23/03/2022 Por Anabol Loja 0

Retenção de líquidos: saiba como evitar esse problema

Incômodo bastante comum na vida das mulheres, a retenção de líquidos causa efeitos indesejados no corpo, como o inchaço das pernas e do abdômen e a celulite. Para saber como evitar esse problema, no entanto, é preciso entender mais sobre suas causas. Este texto traz informações sobre o assunto, é só seguir na leitura.

O que é a retenção de líquidos

A água é fundamental para o bom funcionamento de nossas células e, consequentemente, de todo o organismo. No entanto, é possível que ocorra um acúmulo exagerado de líquido entre as células, o que se traduz no inchaço de algumas partes do corpo, como abdômen, rosto, pernas, pés, braços e as costas. Uma diminuição expressiva na quantidade de urina produzida (e, consequentemente, eliminada) no dia a dia também é um sinal.

A retenção de líquidos costuma se fazer presente por meio de inchaços em diversas regiões do organismo, incluindo o abdômen.

É preciso ficar atento à evolução dos sintomas da retenção de líquidos, pois eles podem progredir do inchaço para a vermelhidão da área afetada e, até mesmo, causar problemas maiores como dores no peito e falta de ar.

O que causa a retenção de líquidos

Ao notar os sintomas da retenção de líquidos, é preciso avaliar sua recorrência e procurar um médico para investigar as causas do problema, que podem ser variadas e relacionadas tanto a hábitos e estilo de vida quanto a questões mais sérias e doenças pré-existentes, como hipertensão, diabetes e insuficiência renal.

No que tange aos hábitos, uma alimentação com excesso de sódio, o baixo consumo de água e o sedentarismo são grandes gatilhos para a retenção de líquido no organismo. Muito relacionado, também, a desequilíbrios hormonais, o incômodo pode estar associado a períodos como a gestação e a menopausa.

O inchaço na gravidez é explicado porque o organismo está produzindo mais hormônios que dilatam os vasos sanguíneos, o que costuma provocar esse tipo de desconforto, especialmente nas pernas e nos pés.

Já quando se trata da menopausa, o inchaço está mais relacionado à queda na produção do estrogênio e da progesterona — e falando nisso, flutuação hormonal que ocorre naturalmente durante os ciclos menstruais também pode ocasionar eventuais inchaços, especialmente no período da TPM.

Como evitar a retenção de líquidos

Lembramos da importância de realizar acompanhamentos médicos constantes para avaliar o andamento da saúde como um todo e, no caso da retenção de líquidos, entender ao certo qual é a origem do problema.

Dito isto, algumas mudanças no estilo de vida e a criação de hábitos mais saudáveis podem minimizar esse problema e, além disso, contribuir para a saúde de forma generalizada. Atente-se às dicas!

Beba água!

Por mais controverso que pareça beber água para reduzir a retenção de líquidos, a dica é real. Quando o corpo não recebe a quantidade suficiente para se manter hidratado, o organismo começa a reter água na tentativa de economizá-la — o que leva ao inchaço e aos desconfortos que vêm na bagagem.

Beber água é um hábito extremamente benéfico para a saúde, e também ajuda a reduzir os problemas com a retenção de líquidos.

A quantidade de água diária recomendada pela OMS é de, no mínimo, dois litros. Faça o possível para espalhá-los pelos seus dias e, em não muito tempo, o hábito se tornará praticamente inato! Se precisar de ajuda no início, é possível encontrar diversos aplicativos de alarme que te lembram de beber um copinho de água, é só procurar na loja do seu smartphone.

Preste atenção na alimentação

A comida que colocamos para dentro do corpo é o combustível para o seu funcionamento. O sódio é um componente que retém água e, portanto, uma alimentação baseada em industrializados e ultraprocessados, com sal em excesso, contribui diretamente com o inchaço.

Em contrapartida, se alimentar primordialmente de legumes, verduras, frutas e grãos traz muito mais nutrientes para o organismo e, com isso, enormes benefícios para a saúde de forma generalizada. Adotar o consumo de alimentos diuréticos, como a melancia e o tomate, também é uma boa recomendação para diminuir os inchaços.

Mantenha o corpo em movimento

O ser humano não nasceu para ficar parado e rotinas muito sedentárias prejudicam a saúde do corpo de diversas maneiras, inclusive contribuindo para a retenção de líquidos. Isso acontece porque a falta de atividade física torna a circulação sanguínea mais lenta, o que dificulta o sangue de chegar nas extremidades do corpo e causa pés e pernas inchadas.

Permanecer muito tempo parado na mesma posição, seja sentado ou mesmo em pé, também dificulta a circulação e impacta na retenção de líquidos. Por conta disso, o ideal é colocar o corpo em movimento.

A prática regular de atividades físicas ao menos três vezes por semana é muito indicada para evitar esse e diversos outros problemas de saúde, como diabetes, obesidade, colesterol alto e dores nas articulações.

Repouse com as pernas na horizontal

Repousar o corpo com as pernas na horizontal auxilia tanto no caso de problemas com inchaços quanto com as incômodas varizes, também por ajudar na circulação sanguínea pela região.

Faça sessões de drenagem linfática

A drenagem linfática é um tipo de massagem com movimentos bem marcados que, como o próprio nome diz, estimula o sistema linfático, que atua no organismo justamente ajudando a filtrar e reduzir o excesso de líquidos nas células, tecidos e órgãos. Ela pode ser realizada tanto manualmente quanto com o auxílio de equipamentos específicos.

Sessões de drenagem linfática podem ser muito eficazes na redução do inchaço causado pela retenção de líquidos.

Os tratamentos são realizados por profissionais especializados em massoterapia e devem ser recomendados de acordo com a necessidade de cada paciente.

Cuidado com o uso de diuréticos

Os medicamentos diuréticos atuam no funcionamento dos rins, intensificando o fluxo urinário para acelerar a eliminação do sódio do organismo e evitar problemas como a retenção de líquidos. Quando usados de forma indiscriminada, no entanto, eles podem trazer inúmeros riscos para a saúde, como a desidratação, a perda de nutrientes, o desequilíbrio da pressão arterial e até mesmo problemas cardíacos.

Por conta disso, nunca tome remédios sem prescrição médica e, quando houver necessidade, procure sempre a melhor opção. A farmácia de manipulação da rede trabalha com as melhores matérias-primas para desenvolver medicamentos exclusivos e de altíssima qualidade.

Questões como celulite, pernas cansadas, menopausa e obesidade são bastante relacionadas ao problema da retenção de líquidos e, pensando nisso, foi criada uma formulação que ajuda a combater esses sintomas e tem como base um ativo de origem natural.

A cactinea é um princípio ativo extraído do figo-da-índia que auxilia na eliminação de fluídos preservando os sais minerais e nutrientes do organismo, o que a torna poderosa contra a retenção de líquidos, além de ter uma potente ação antioxidante. Converse sobre a possibilidade de uso com o seu médico e, para saber mais sobre a farmácia de manipulação da Pague Menos é só clicar no banner abaixo.